sexta-feira, 27 de abril de 2007

Pensamentos!

" A tradição é a personalidade dos imbecis!" (Einstein)

Só para dizer que não concordo... ! Provavelmente, se fosse dito que o hábito em si mesmo, irreflectido, é a personalidade dos imbecis ... talvez, a minha opinião fosse outra!

4 comentários:

Pedro Morgado disse...

É.. Eu tenho muitas dúvidas sobre as virtudes da tradição...

Eládio disse...

Permitam-me que discorde.

O hábito irreflectido, por si só, constitui apenas um indicador de conformismo, comodismo, o que leva à falta de vontade de pensar/reflectir, mas não reflecte uma personalidade imbecil .

A afirmação de Einstein, apesar de "agressiva", pode-se considerar correcta na medida em que aponta para uma imbecilidade tal, provocada pelo seguimento cego e não questionado de certos e determinados princípios que outros estipularam.

Pior... A imbecilidade reside no simples facto das pessoas fazerem ou seguirem algo, por tradição, sem saber e sem querer saber a razão que está por detrás dessa mesma tradição. Não quer dizer que "A tradição" seja certa ou errada. O fazer porque outros fazem, o sim porque sim; Isso sim, isso é ser-se imbecil.

Deixo os meus cumprimentos.

Eládio Pires

Dr. Etcétera disse...

Associo tradição, em primeiro lugar, à memória. Ou seja, a necessidade antropológica de haver uma ligação cultural entre as gerações. Uma espécie de legado precioso que nos é deixado e que posteriormente nós deixaremos a outros. Acredito que ao atribuirmos à memória uma perenidade estamos também a criar rupturas, na medida em que a memória aplicada ao hodierno tem um sentido ambivalente.

Em segundo lugar, e concordando com o Eládio, associo a tradição ao costume, ao ritual mecânico e, não raras vezes, desprovido de aculturação geracional.

Sónia Monteiro disse...

" O fazer porque outros fazem, o sim porque sim; Isso sim, isso é ser-se imbecil."
Era exactamente isto que eu quis dizer com o "hábito irreflectido".