terça-feira, 13 de setembro de 2005

CONSTITUIÇÃO EUROPEIA - 1.ª parte


A esta Constituição Europeia que nos foi proposta.... esta é a minha resposta!

3 comentários:

de la Serna disse...

O teu post denota uma certa confusão (talvez devido à imagem que puseste no post)entre o projecto da União Europeia e outro projecto que se encontra subjugado a este que é o projecto da Constituição Europeia. Assim a minha pergunta é: serás contra o projecto da Constituição Europeia ou contra Bruxelas? Por isso desafio-te a dizeres o que não concordas no projecto constitucional europeu, o que não te agrada na Constituição Europeia.
Abraço

jl disse...

Como te entendo!!!
A questão não é se se é contra o projecto de Constituição Europeia ou contra Bruxelas. Isso seria demasiado redutor para quem, acredito, estudou e reflectiu sobre os temas em debate.
O que está em causa (ou estará?) é o modo sui generis como tudo se tem vindo a passar. Acredites ou não, assisti a uma sessão/debate sobre os referendos promovida por instituições da União Europeia e ouvi - estupefacto - que os referendos não deveriam realizar-se e que o modo correcto de se promover a aprovação do dito Tratado era a via parlamentar.
Porquê?
Porque as pessoas não sabem o que está em causa e tendem a utilizar o referendo como forma de afirmar a avaliação do partido do Governo.
É com gente desta envergadura que nos querem governar a partir de Bruxelas.
Não o pedimos, não o queremos e muitos entendem que não será necessário.
Aguardemos as cenas dos próximos capítulos...

Sónia Monteiro disse...

Para aqueles que não entenderam a minha posição, quero apenas dizer que em breve colocarei o post "CONSTITUIÇÃO EUROPEIA - 2.ª parte".