sábado, 15 de abril de 2006

Em passeio pelos nossos links ...

Vi que há quem aceite, à priori, como facto tudo o que vem notíciado, só porque é referente a uma religião que nem professa ... Todavia existem, também, interpretações mais correctas e sensatas. Parabéns também ao post da Sónia e aos comentários do João Manuel ... TVI a mais, realmente!!!

Depois, um pouco por todo lado, temos críticas à "gazeta" que os nossos deputados decidiram meter ... Mas o que mais me atormenta é que, para além da gazeta, muitos deles até têm direito a fim-de-semana prolongado (tal como esses que fazem interpretações do "arco da velha") sem saber bem porquê!!!

Encontrei também uma visão interessante sobre a ofensiva lançada sobre os fumadores ... Ao que parece esqueceram-se que estes também têm direitos! O Estado, que deveria ser mero regulador, despercebido de preferência, passa a figura principal neste pais por, mais uma vez, interferir no "direito privado"!!!

De salientar também que, apesar da vitória do VSC, a adivinha continua com muito sentido!!!

5 comentários:

Pedro Morgado disse...

1. Não sei o que terá mais credibilidade:
Se a Agência Oficial do Vaticano ou se a Agência France Press...

2. Quem é católico não pode impedir a sociedade de se pronunciar acerca da Igreja Católica dado que a Igreja Católica também se pronuncia, todos os dias, sobre temáticas que não têm nada a ver com religião.

Sou um cidadão atento. Podias admitir que critico a Igreja naquilo que discordo mas que também a elogio quando concordo.

HMAG disse...

Atribuis a credibilidade ao que quiseres e de acordo com as tuas convicções ...

Quem é católico não impede ninguem de se pronunciar sobre a Igreja Católica, apesar de poder achar oportuno ...ou não, perntinente...ou não, enfim ...

O que é que não tem a ver com religião?

Serei o primeiro a reparar nas tuas criticas construtivas à igreja! ;)

Abraço

Joao Manuel disse...

1-A Agência Oficial do Vaticano apenas transmite o que é dito, sem necessidade de deturpar. Não se trata de credibilidade. Costuma-se dizer que as fontes são sempre mais puras.
E quanto a credibilidade, se calhar em matéria religiosa a Agêncial Oicial do Vaticano é muito mais credível que a France Press.
2- A Igreja Católica pronuncia-se muitas vezes sobre assuntos que TU, que não acreditas, consideras que ela não se deve intrometer. No entanto, pode não ser essa a opinião dos muitos crentes que esperam da Igreja uma resposta para as mais diversas temáticas da vida social.

Joao Manuel disse...

3- Eu como católico nunca impedi ninguém de dizer o que quer que fosse. Cabe-me, todavia, o direito de rebater o que é dito quando não concordo.
Não considero isso cnsura...

de la Serna disse...

Em matéria de credibilidade João, claro que a France Press tem muita mais credibilidade do que a Agência Oficial do Vaticano!! É só lembrares-te um pouco das aulas de historiografia que tiveste no início do 10º ano e fazeres a analogia entre Hérodoto e os gregos e a Comunicação Social de hoje em dia. Se Hérodoto não conseguia distanciar-se o suficiente do seu povo para descrever a realidade dos acontecimentos sem o cunho passional, não vai ser a Agência Oficial do Vaticano que o vai conseguir fazer, por muito que tente, são características intrínsecas ao ser humano.