domingo, 18 de dezembro de 2005

Ainda Mais AEDUM!!!


O
momento é de balanço, mas ao mesmo tempo de recomeço… Eis-nos chegados ao fim de mais uma etapa de um caminho que ainda se nos apresenta bastante comprido. Na verdade, depois de um ano de intenso trabalho, os nossos colegas confiaram novamente a esta equipa séria e empenhada a Direcção da Associação de Estudantes de Direito da Universidade do Minho.

Mas, como dizia no início, este é um momento de balanço. Sinto que esta equipa que no último ano esteve à frente da AEDUM está de parabéns, pelo exemplo que deu a todos sobre o que deve ser o associativismo juvenil, em geral, e estudantil, em particular. Pode esta minha posição ser parcial, uma vez que também eu fiz parte desse projecto. Porém, é por isso mesmo que hoje estou aqui a reconhecer e a agradecer o empenho de todos. Só quem viveu a realidade por dentro, pode saber o bom ambiente que sempre se gerou, quer nas reuniões, quer nas tomadas de decisões importantes. O clima de diálogo, de amizade e de entreajuda, onde a opinião é todos foi sempre tida em consideração. Não quero aqui nomear ninguém, porque seria sempre injusto, mas julgo todos reconhecem o afinco e desvelo com que determinados elementos da IX Direcção da AEDUM desempenharam as suas tarefas, organizaram actividades e defenderam os interesses dos alunos perante todas as instâncias possíveis, pondo muitas vezes os problemas gerais à frente dos seus, nomeadamente dos estudos… Lembro os dias de estudo perdidos, os dias de férias passados em reuniões, entre muitas outras coisas… (quem lá esteve sabe do que falo!). Os meus parabéns a todos, até porque o reconhecimento nunca ficou mal a ninguém.
Há, contudo, uma pessoa que vou ter que nomear: o Teles, o nosso Presidente. Para ele também os meus parabéns pelo seu empenho e dedicação e pelo modo como sempre conseguiu coordenar todas as situações, muitas vezes bem difíceis!

É esta a imagem que me fica deste ano de trabalho. Muitos apontam o dedo dizendo que ocupamos estes cargos para enriquecermos o nosso “curriculum”. Considero, sim, que enriquecemos, e muito, a nossa personalidade. Não interessa tanto aquilo que irá aparecer no papel no final do curso, como aquilo que crescemos como pessoas através deste projecto. Uma marca que com certeza nos ficará destes anos de Universidade.
Modéstia à parte, era bom que muitas das associações da nossa Academia aprendessem com este grupo o que é ser associação e o que é servir e defender os interesses dos alunos.

Bem, agora é tempo de recomeçar, de continuar este projecto que não se esgotou num ano mas que decidiram que continuasse. Ainda bem, para a AEDUM, que este mandato completará dez anos, e para o curso de Direito! Estou confiante que esta equipa irá desempenhar um trabalho ainda melhor. Ao Miguel, o novo presidente, desejo que tudo corra bem! Nós cá estamos para colaborar com ele, no interesse do curso de Direito e dos nossos associados.

posted by JMS

6 comentários:

Sónia Monteiro disse...

Embora peque pela parcialidade, não poderia deixar de felicitar a IX Direcção da AEDUM pelo trabalho que desenvolveu no ano lectivo transacto...
Todavia, o que me levou a escrever este comment foi a desilusão que tive na semana passada, dia das eleições para os órgãos da AEDUM...
Apenas 8% dos alunos de direito foram exercer o seu direito/dever cívico...
Não estamos nós no Ensino Superior? Não somos nós alunos de Direito? Não temos, desde logo, no 1.º ano, a disciplina de Direito Constitucional, que relembra aos mais distraídos os seus direitos e deveres enquanto cidadão livre e consciente???
A legitimidade destes alunos, que apenas deambulam pelas salas da Universidade, para tecer qualquer crítica ao trabalho desta Direcção, que tomará posse em Janeiro, é agora reduzida, para não dizer inexistente!

A Lista A venceu... Parabéns!Desejo e espero um bom ano de trabalho a toda a equipa!!!

Sónia Monteiro disse...

Esta situação que observei dentro dos muros da Academia, por duas vezes (na Academia, em geral, e no meu curso, em particular) e num tão curto espaço de tempo, abalou , de certa forma, o meu optimismo e esperança nas gerações que se estão a formar para mudarem o rumo e a situação preocupante do nosso país.
O peso da responsabilidade que todos devemos ter não existe ou é, por si, tão leve que poucos são aqueles que se dão conta daquilo que podem/devem fazer.
Estamos sempre à espera que os outros o façam por nós, que consigam por nós alguma coisa, para que, descansadinhos numa esplanada de café, possamos criticar qualquer movimento daqueles que ousam...
Perante esta inércia e desresponsabilização, que por incrível que possa parecer também se verifica no Ensino Superior e num curso como o de Direito, eu pergunto o que é que cada um fez e faz por inverter/melhorar a situação de Portugal? E, em particular, pergunto aos alunos de Direito da Univer. do MInho o que que fizeram ou fazem para melhorar o curso que frequentam?
Quando têm a oportunidade de o fazer... já se sabe: ficam em casa, no café, no shopping.... tudo o resto é preferível!

de la Serna disse...

SPSM, já devias estar a contar com o que se passou, afinal já levamos 4 anos cá dentro. Todos falam mas só alguns é que fazem. Infelizmente temos de os ouvir falar sem saberem muito bem de quê...apesar de nós sabermos do que falamos. Muitos nem passam o tempo em shpoppings, até tentam camuflar a mediocridade com pretensas conversas, discursos e (auto)lisonjas intelectuais... Não quero com isto dizer que somos os supra sumos que nasceram para estar na AEDUM, somos antes pessoas comos as outras, mas ao menos esforçamo-nos e conseguimos elevar algo a um ponto em que nunca se encontrou. Quem teve mais actividades publicitadas e comentadas do que a AEDUM? Acho que só o Enterro da Gata e a Gata na Praia é que o foram! Quem conseguiu consciencializar os alunos dos problemas da licenciatura e reunir-los em torno do mesmo objectivo? E agora, a nível mais pessoal, quem é que passava muitas vezes por cima da sua vida privada para poder fazer da AEDUM aquilo que ela é? É por estas e por muitas mais razões que eu adoro fazer parte da AEDUM e, acima de tudo, ter-vos a vocês todos como amigos, apesar das inúmeras diferenças que cada um de nós contém! Obrigado pelo melhor ano que tive nesta Universidade.
Teles deixas-te de ser presidente, mas há sempre lá um cantinho para ti, o cantinho da AEDUM:)))))))))))
Abraço

Sónia Monteiro disse...

"É por estas e por muitas mais razões que eu adoro fazer parte da AEDUM e, acima de tudo, ter-vos a vocês todos como amigos, apesar das inúmeras diferenças que cada um de nós contém!" Subscrevo-te JAMC... Acho que essa diferença e essa amizade nos distingue e foi uma das principais causas do trabalho que o ano anterior desenvolvemos!
Espero que consigamos manter essa diferença!

Anónimo disse...

Também eu subscrevo JAMC e SPSM...
Sim, penso que são essas diferenças, os pontos de vista distintos que temos, que nos ajudam a ser um grupo unido e coeso. Agora temos que continuar!!!
João Silva

Carlos Costa disse...

olá!!
Ainda bem que há pessoal dedicado a AEDUM...
Lembram-se da Marisa Cabeceiras...uma das fundadoras desta associação!! O que é feito dela??Alguém sabe o seu mail?? Gosatva mesmo de lhe enviar um e-mail, ela é o máximo. lembram-se??
CC