domingo, 29 de janeiro de 2006

Não basta dizê-lo, é preciso sê-lo!

Para muitos que se dizem católicos ou mesmo «apenas» cristão mas que, por vezes (quando não muitas), se esquecem do real alcance daquilo que afirmam:

“De que aproveitará, irmãos, se alguém disser que tem fé se não tiver obras? Acaso essa fé poderá salvá-lo? Se um irmão ou irmã estiverem nus e precisarem de alimento quotidiano, e um de vós lhes disser: “Ide em paz, aquecei-vos e saciai-vos” sem lhes dar o que é necessário ao corpo, de que lhes aproveitará?
Assim também a fé: se ela não tiver obras, é morta sem si mesma.”

[Tg 2, 14-17]

1 comentário:

Pestana disse...

é por isso k n tou aki pa enganar ng :D